HomeAGÊNCIA BRASILLula e Arce assinam acordos e projetam construção de ponte binacional

Lula e Arce assinam acordos e projetam construção de ponte binacional


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, nesta terça-feira (9), na primeira visita oficial ao país no seu terceiro mandato.

Ele se reuniu com o presidente boliviano, Luis Arce, inicialmente de forma reservada e, depois, em reunião ampliada com autoridades e parte da delegação brasileira.

Lula e Arce assinaram acordos para imigração, o acesso de brasileiros na Bolívia aos serviços de saúde pública e para o combate ao tráfico de pessoas e de drogas.

O presidente brasileiro falou das iniciativas para a promoção do comércio, dos investimentos e da integração física entre os países, como a construção da ponte binacional em Guajará-Mirim, em Rondônia.

A estrutura poderá dar ao Brasil acesso, pelo território boliviano, ao Oceano Pacífico, e à Bolívia, ao Oceano Atlântico, pelo território brasileiro.

Segundo o governo, isso vai facilitar e baratear os custos para escoar a produção dos dois países a outros continentes.

A produção de fertilizantes e a integração energética entre Brasil e Bolívia também foram mencionadas por Lula. De acordo com o governo, o objetivo é negociar medidas para reduzir os custos de importação do gás pelas empresas brasileiras.

O presidente Lula disse ainda que o Brasil quer compartilhar com a Bolívia a tecnologia em biocombustíveis para ajudar numa transição energética justa no país. E que os minerais estratégicos das duas nações estão no centro dessa discussão.

Lula reforçou, ainda, o compromisso dos países da América do Sul com a democracia e voltou a condenar a tentativa de golpe na Bolívia, há duas semanas.

O presidente Luis Arce agradeceu a solidariedade do povo brasileiro e destacou que a Bolívia não só produz gás, mas minerais estratégicos, como o lítio e, ainda, alimentos.

Depois da declaração à imprensa, Lula e Arce participaram do encerramento do Fórum Empresarial Brasil-Bolívia, também em Santa Cruz de La Sierra.

O evento, organizado pelo Itamaraty e pela Apex, a Agência Brasileira para Promoção de Exportações, contou com 300 empresários e investidores dos dois países.

E teve como temas segurança e transição energética; integração de cadeias produtivas e inovação; e sustentabilidade na agricultura e pecuária.

Em 2023, o comércio bilateral entre os países totalizou US$ 3,3 bilhões. O Brasil exportou para a Bolívia cerca de US$ 2 bilhões, principalmente em produtos manufaturados.

As importações brasileiras foram de US$ 1,5 bilhão, sendo gás natural o principal item da pauta importadora, 86% do total.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

vale a leitura