HomeAGÊNCIA BRASILPolícia Federal abre investigação sobre leilão de arroz importado

Polícia Federal abre investigação sobre leilão de arroz importado


A Polícia Federal investiga possíveis irregularidades no leilão realizado pela Conab para a compra de arroz importado. O inquérito foi instaurado na tarde dessa quarta-feira (12), a pedido da presidência da companhia, diante de denúncias de que empresas sem histórico de atuação no mercado de cereais venceram o leilão.

A Conab também solicitou à Controladoria-Geral da União e à Corregedoria-Geral da própria empresa a imediata abertura de processo de apuração de todos os fatos. O leilão havia sido feito para garantir estoques e evitar o aumento no preço do produto, por causa da calamidade pública no Rio Grande do Sul, o maior produtor do grão no país.

O governo cancelou a compra de mais de 163 mil toneladas de arroz que seriam importadas para o país.

Além da falta de experiência das empresas vencedoras, um dos motivos seriam  o fato da Foco Corretora de Grãos, principal corretora do leilão, pertencer  ao empresário Robson Almeida de França. Ele é ex-assessor parlamentar de Neri Geller, então secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e sócio do filho dele, Marcello Geller, em outras empresas. O diretor de Abastecimento da Conab, Thiago dos Santos, responsável pelo leilão, seria também uma indicação direta do secretário. No mesmo dia do cancelamento do leilão, Neri Geller pediu demissão.  

Ainda nessa quarta-feira, o ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, disse que o edital do novo leilão de arroz importado deve sair no prazo de uma semana até dez dias.

*Com informações da Agência Brasil.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

vale a leitura