HomeVideoVÍDEO - O que dizer de um governador que vai a grupo...

VÍDEO – O que dizer de um governador que vai a grupo de WhatsApp responder a jornalista e a funcionária pública

Que o governador Gladson Cameli (PP) parece não ter coisa importante para fazer, não resta a menor dúvida.

Vive de dancinha e redes sociais.

Por ser praticamente o único a apontar os seus desvios de conduta, o Espinhoso vive sendo atacado pelos seus capachos.

Dizer que eu persigo os passos do Dançarino.

Não é verdade.

Quem parece ter obsessão por mim é o ilustre governador, que odeia crítica e ama bajulação.

Há poucos meses, numa espécie de ameaça velada, ele disse que eu pagaria a “conta” no juízo final.

Semana passada, o governador não gostou de uma funcionária pública chamada Núbia Adriana ter divulgado a Live Espinhosa, no meu canal no YouTube, em grupo de WhatsApp de Cruzeiro do Sul.

Visivelmente incomodado, Cameli perguntou: “Essa Núbia trabalha para o Leonildo ou funcionária pública”.

Deixei o erro da mensagem de propósito.

Eu respondi que não tenho como pagar a servidora.

Nunca vi pessoalmente a Núbia Adriana. Sei, porém, que ela não estava no seu horário de trabalho.

Sei também que um dia ela fez denúncia de corrupção no Deracre e recebeu a seguinte resposta do governador: “Não me perturbe”.

Desde então, a servidora vem sofrendo as mais diversas perseguições na sua vida funcional, mas não se cala.

O Espinhoso também não se calará, goste o governador ou não.

Vendo a bobagem que fez, o governador apagou o que escreveu.

Era tarde, fiz os prints.

IMPORTANTE: Fazer jornalismo independente é caro e muito difícil. O nosso trabalho só sobrevive graças ao apoio das nossas leitoras e nossos leitores. O nosso pix é o email leonildorosas@gmail.com. Contribua!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

vale a leitura